Assinatura RSS

Arquivo do mês: setembro 2015

Minhas escolhas – quatro itens de maquiagem

Oi gente,

Hoje vim responder tipo um desafio. A situação é a seguinte, tenho que fazer uma maquiagem com apenas quatro produtos.

essenciais-maquiagem-make-vult-tracta-maybelline-lime-crime-quem-disse-berenice-qdb-boticário-mac-isso-aquilo-e-tal

Antes de dizer quais são os produtos quero dizer uma coisa. Eu não saio sempre maquiada, na verdade, na maior parte das vezes que saio de casa estou de cara limpa, e não acho legal a gente se apoiar na maquiagem pra ter autoestima. Eu adoro maquiagem, acho que ela pode mudar nossa aparência, esconder o que não gostamos e ressaltar nossos pontos fortes, podemos brincar com as cores, chamar atenção para determinada coisa, etc. Mas não é a maquiagem que me torna bonita e também não é ela que te torna bonita, ok? Todos nós somos lindos de cara lavada.

Bom, dito isso, que não escrevei só pra parecer politicamente correta, eu realmente acredito, vamos aos produtos. Eu vou indicar tipos de produtos, não marcas. As cores da foto não estão muito fiéis, o intuito é apenas ilustrar, não resenhar nenhum produto.

Corretivo

essenciais-maquiagem-make-corretivo-pro-longwear-mac-isso-aquilo-e-tal

Corretivo naquela espinha que acabou de nascer, nas olheiras e nas manchinhas. Só o corretivo já dá uma boa uniformizada na pele e dispensa a base. Esse é um produto que eu só tenho um, por isso só aparece ele na foto. Já fiz resenha do Pro Longwear.

Blush

essenciais-maquiagem-make-blush-vult-tracta-intense-boticário-mac-isso-aquilo-e-tal

A pele ficou uniforme, um blush (ou bronzer, vai da sua preferência) pra dar cor no rosto e ninguém parecer meio morto ou dar aquela impressão de rosto chapado. Adoro blushes baratinhos como esses da Vult e também o líquido da Intense do Boticário. Na foto tem também Tracta e MAC.

Rímel

essenciais-maquiagem-make-rímel-máscara-de-cílios-maybelline-tracta-colossal-superfilme-isso-aquilo-e-tal

Definição e destaque no olhar com um produto só? Máscara de cílios. Acho que dispensa comentários, né? Minhas preferidas são da Maybelline, boas e baratas, principalmente a Colossal superfilme (resenha em breve).

Batom

essenciais-maquiagem-make-batom-líquido-lime-crime-quem-disse-berenice-qdb-boticário-mac-isso-aquilo-e-tal

Só pra finalizar, um batom ou gloss pra dar vida aos lábios. Se quiser o destaque na boca, use um batom mais forte e colorido. Escolha um batom mais nude ou cor de boca se quiser deixar tudo mais suave mesmo. Claro que não coloquei todos os meus na foto, só alguns pra ilustrar. Esse em destaque é o Rebel, da MAC.

Quais são seus quatro produtos essenciais na maquiagem?

Para me acompanhar sigam meu Instagram e a página do Facebook. Para receber os posts no seu e-mail, basta seguir o blog.

Beijos

Sobre um ano em Floripa – estranhamentos

Oi gente,

Hoje faz uma semana que voltei pro Rio depois de um ano morando em Floripa. São duas cidades com várias semelhanças, mas também muitas diferenças, por isso hoje quero contar para vocês o que mais estranhei quando morei na Ilha da Magia.

Rio-de-Janeiro-Floripa-Florianópolis-estranhamentos-praia-da-Armação2-isso-aquilo-e-tal

Floripa é uma cidade muito menor que o Rio, não dá nem pra comparar, tem menos de 500mil habitantes (461524 segundo a Wikipédia) e o Rio mais de 6 milhões (6453682 segundo a Wikipédia), então claro que algumas diferenças estão diretamente ligadas a isso.

Transporte público – ônibus

Eu não tenho carro, não dirijo, então sempre dependo de transporte público. O transporte no Rio é horrível, difícil imaginar pior, mas Floripa ganha essa disputa. Bom, apesar da maior parte da cidade de Florianópolis ser uma ilha, o transporte principal é o ônibus. Existe sim um ou outro trajeto feito por barco, mas ele é muito pouco utilizado (a não ser para o turismo). Pois bem, os ônibus são todos bem organizados, existem terminais em diversas partes da cidade onde você pode trocar de ônibus sem pagar uma nova tarifa e todos os ônibus têm horários que, na maior parte das vezes, são cumpridos.

Era de se imaginar que tudo funcionasse bem, certo? Pois é, mas não é bem assim. E o problema maior é que existem poucos ônibus nas ruas e também poucas linhas. É bem comum termos que pegar três ônibus para ir de um lugar ao outro. Mas isso não seria problema se não houvesse espera no terminal. Mas há, e muita. Reza a lenda de que os ônibus são meio sincronizados para que não haja tanta espera, mas aí basta um pequeno atraso no primeiro ônibus que pronto, lá se vai toda a sincronia. Na hora do rush, de manhã e no fim da tarde, até temos mais opções de ônibus, diversas linhas saem de dez em dez minutos e perder um pode não significar um grande atraso, mas vai perder um ônibus no meio da tarde. Não é razoável, mas é super comum um intervalo de 40, 50 minutos entre um carro e o próximo.

Fora isso, tudo funciona bem, existe um aplicativo ótimo para Android feito por usuários (o Bus maps Floripa) que indica horários, rotas e até te ajuda com as linhas que saem de determinado lugar e vão a outro que você deseje. Se mantivesse a organização, aumentasse o número de linhas e diminuísse os intervalos, ficaria perfeito.

Rio-de-Janeiro-Floripa-Florianópolis-estranhamentos-lagoa-do-peri-isso-aquilo-e-tal

– táxi

Ainda nos transportes, quem vem de uma cidade como o Rio, acostumado a ver uma multidão de carros amarelinhos em qualquer lugar, vai estranhar muito como tem pouco táxi em Florianópolis. Mas tem bem menos habitantes, né? Claro, tem que ter menos táxi mesmo. O problema é no verão, vem muito turista, o número de pessoas dobra e o número de táxis se mantém. Fica difícil encontrar algum vazio na rua.

Trânsito

Durante a maior parte do ano “peguei o maior trânsito” soa bem ridículo quando comparamos com qualquer engarrafamento do Rio, mas isso é bem óbvio, de novo os tamanhos das cidades são muito diferentes. Mas o que me irritava eram os motivos dos engarrafamentos. A maior parte deles é causado por uma rotatória ou pistas únicas que, por algum motivo, ainda não foram duplicadas. Embora seja uma cidade média, ela cresceu muito nos últimos anos e não tem infraestrutura  pra quantidade de carros que têm. Claro que o transporte público ser horrível ajuda muito, todo mundo quer ter carro. Nunca peguei nada lá que se comparasse nem de longe a uma Avenida Brasil de 18h, mas sempre dava raiva saber que a culpa era só de uma rotatória. Claro, no verão o trânsito fica bem pior, principalmente indo para as praias de manhã e voltando no fim da tarde.

Rio-de-Janeiro-Floripa-Florianópolis-estranhamentos-praia-da-Armação-isso-aquilo-e-tal

Pequenos centros

Estranhei muito a organização de Floripa. Perto do Centro as coisas são normais, mas entre o centro e as praias mais afastadas (principalmente do norte da Ilha) existem enormes trechos vazios que em nada lembram uma capital. São trechos de estrada mesmo, muita floresta, terrenos vazios. Às vezes vemos uma ou outra loja perdida, mas no geral parece que estamos saindo de uma cidade e entrando em outra. Claro que nessas praias mais afastadas encontramos sempre um centrinho que, muitas vezes, me lembraram cidades pequenas na beira da praia. Parece que realmente estamos em uma outra cidade, mas na verdade é só um bairro mais afastado do Centro de Florianópolis.

Rio-de-Janeiro-Floripa-Florianópolis-estranhamentos-praia-da-Armação3-isso-aquilo-e-tal

Segurança

Acho que esse item vai ser o que mais vai me trazer saudades. Pra quem sai de uma cidade grande e violenta como o Rio é difícil imaginar a tranquilidade e segurança de Floripa. Claro que existem lugares mais perigosos e atos de violência ocorrem sim, mas não dá pra comparar. Eu já falei que ia à praia sozinha, com câmera e largava minhas coisas na areia sem pedir pra ninguém olhar pra ir no mar. Pois é, isso não é imaginável aqui no Rio. Mesmo se eu deixasse só o chinelo, canga e roupas ia pedir pra alguém olhar e ficar meio preocupada, imagina levar a câmera, impossível. Fui a alguns lugares considerados perigosos lá no Sul, mas nunca me sentia realmente ameaçada ou insegura. Vou sentir falta.

Salgados

Sei, parece meio ridículo falar disso, mas foi algo que senti muita diferença. A maior parte dos salgados que comprei lá foram nos terminais de ônibus e eles são todos meio padronizados, acho que são comprados pré-prontos da mesma empresa. Existe alguma variedade, os fritos (que eu nunca comia porque meu estômago é cheio de frescura) e os assados que, na verdade, se resumem a um pastel de forno grande (lembra uma empanada) em diversos sabores. São bem gostosos sim, mas depois de comer algumas vezes eu enjoei, comecei a sentir falta de comer croissant (meu salgado preferido que eu nunca vou enjoar) e joelho. Não sei como chama joelho em outros lugares, vou ilustrar com uma foto, o recheio pode variar, mas o clássico é queijo e presunto. Sério, eu não aguentava mais comer aquele pastel assado e, uma vez, cheguei a pedir um croissant meio queimado e bem duro, o pior que comi na vida, só pra não ter que comer mais uma vez a empanada.

Rio-de-Janeiro-Floripa-Florianópolis-estranhamentos-joelho-salgado-isso-aquilo-e-tal

Isso é um joelho aqui no Rio.

Acho que são os detalhes que trazem mais estranhamento, né? Aquilo que era cotidiano e, de repente, não pode mais ser.

Para me acompanhar sigam meu Instagram e a página do Facebook. Para receber os posts no seu e-mail, basta seguir o blog.

Beijos

Esmalte Vult – Vinhedo

Oi gente,

Já faz um tempinho que a Vult lançou uma coleção de esmaltes e eu fiquei bem curiosa, principalmente quando vi resenhas que indicavam uma boa duração.

Esmalte-vult-vinhedo-unhas-beleza-manicure-isso-aquilo-e-tal

Os esmaltes nunca duram muito nas minhas unhas, sempre descascam super rápido, então duração alta sempre me conquista ou, no mínimo, me faz ficar curiosa. Pois bem, fui em uma perfumaria ainda em Floripa e comprei um exemplar. Ainda demorei bastante tempo pra finalmente pintar as unhas.

Escolhi a cor Vinhedo, um vinho bem bonito, bem cor de suco de uva mesmo. Eu sempre passo duas camadas e achei que a cor ficou uniforme e igual ao vidro. O pincel é do tipo achatado, fica bem mais fácil de esmaltar do que aqueles fininhos. Eu mesma que faço as unhas, achei normal de limpar, nem fácil nem difícil. Não passei extra brilho e, se não me engano, a foto das minhas unhas foi tirada no dia seguinte. O brilho dele é bonito mesmo sem extra brilho e a secagem é bem normal.

Esmalte-vult-vinhedo-mão-unhas-beleza-manicure-isso-aquilo-e-tal

Como eu disse, esmaltes duram bem pouco na minha unha e esse ficou ótimo por 5 dias levando uma vida normal, lavando louças, cozinhando, limpando coisas. Na verdade ele só começou de fato a sair quando fiz um empadão, acho que foi manteiga demais na massa e acabou amolecendo o esmalte. Por isso preciso fazer uma nova tentativa pra ver quanto tempo ele dura sem mergulhar as mãos na gordura.

Eu achei a cor muito linda e se tivesse uma duração normal já ia valer, mas gostei mais ainda pela duração ser um pouco maior. Não lembro exatamente quanto paguei por ele, mas acho que foi algo perto dos R$5,00 por 8ml de esmalte. Não é difícil de encontrar não, em qualquer perfumaria ou farmácia que vende Vult deve ter.

Esmalte-vult-vinhedo-pincel-unhas-beleza-manicure-isso-aquilo-e-tal

Já experimentaram algum esmalte da Vult? O que acharam?

Para me acompanhar sigam meu Instagram e a página do Facebook. Para receber os posts no seu e-mail, basta seguir o blog.

Beijos

63

Oi gente,

Sim, sei que andei sumida de novo, mas é que novamente passei por uma mudança, voltei a morar no Rio. Pois é, acabei não fazendo os posts que planejei de faça você mesmo porque acabei nem decorando a outra casa nem nada. Para agora não prometo nada, mas se fizer algo nos próximos meses mostro por aqui. Com todo esse clima de mudança resolvi postar o texto que um amigo escreveu.

praia-mole-hexagrama-63-refletindo-mudança-isso-aquilo-e-tal

Praia Mole num dia lindo de inverno

O I-ching é um antigo texto chinês, mas seu conhecimento ainda é utilizado como oráculo hoje em dia. Nele, o hexagrama 63 representa o final de um ciclo. A transição da confusão para a ordem se completa, o resultante é agradável e equilibrado, mas também exige cautela. Sua imagem mostra uma caldeira com água sobre o fogo, gerando vapor: água demais e transbordará, apagando o fogo. Fogo demais e toda água se evapora.

Como alguém que cursou uma universidade ocidental, naturalmente não acredito que o i-ching deva ser utilizado cegamente como oráculo, mas acredito que metáforas são a melhor forma de expressar sentimentos, e o livro segue justamente dizendo sobre esse sentimento de ‘pós-conclusão’, fica parecendo que ainda há muito a ser feito. Isso faz muito sentido, completar algo é apenas uma pausa no processo contínuo de criação, contemplar nossos feitos por alguns instantes, sem nos deixar ofuscar pelo momento. Claro que completar um ciclo deve ter o merecido momento de satisfação, celebrar o pisar fora da caixa, literalmente sentir sua zona de conforto ampliando e, com ela, novos horizontes e possibilidades. Mas acho que a ideia final dessa passagem chinesa é que todo triunfo traz novos desafios, que devemos aproveitar o contínuo da evolução pessoal sem nos acomodar após os momentos iluminados.

Talvez o I-ching faça sucesso por causa das suas abordagens amplas e vagas? Talvez seja porque as pessoas que buscam conselhos já tenham as respostas consigo e busquem apenas confirmações e esses provérbios permitem a livre interpretação pra quem os leia. A sabedoria, afinal, estava conosco o tempo inteiro.

hexagrama-63-refletindo-mudança-isso-aquilo-e-tal

Hexagrama 63 do I-ching

Ainda quero fazer um post com meus estranhamentos de Floripa, onde passei momentos maravilhosos e conheci pessoas incríveis. Mas confesso que nada barra o Rio de Janeiro.

Para me acompanhar sigam meu Instagram e a página do Facebook. Para receber os posts no seu e-mail, basta seguir o blog.

Beijos

Colocando em prática #5

Oi gente,

Mais um colocando em prática, dessa vez sem tema definido.

colocando-em-pratica-memorial-america-latina-fotografia-foto-interna-sampa-são-paulo-terra-da-garoa-isso-aquilo-e-tal

A primeira foto tirei quando fui à São Paulo em dezembro no Memorial da América Latina. Antes de chegar aos prédios do Niemeyer devemos atravessar um túnel que homenageia os índios. A foto foi tirada nesse túnel. Embora o dia estivesse muito claro, no túnel a iluminação não era muito boa. Eu estava com a minha lente 18-35mm f/1.8 da Sigma e, para enquadrar o máximo possível coloquei em 18mm. Baixei a velocidade, mas não a ponto de correr risco de tremer e deixem em 1/25 segundos. Como essa lente é bem pesada e não tem estabilizador, evito baixar demais a velocidade. Também sempre evito subir muito o ISO porque não gosto de jeito nenhum do efeito granulado. Pra quem gosta, sobe sem medo. Eu deixei em ISO500 mesmo. O diafragma eu deixei bem aberto, f/2.5, dando foco e destaque na primeira placa.

Eu já mostrei que aumentar o ISO dá ruído e manter o diafragma em uma abertura mediana aumenta a nitidez, aí, quando não podemos ter o ideal, temos que pensar o que achamos pior (ou melhor), falta de nitidez ou ruído. Sem dúvida nenhuma eu prefiro a falta de nitidez, inclusive, uso muito o diafragma aberto desfocando o fundo, mas o ISO alto eu evito a todo custo.

colocando-em-pratica-morro-das-pedras-fotografia-foto-noturna-floripa-fpolis-florianopolis-isso-aquilo-e-tal

Foto noturna tirada em Floripa mesmo. Essa é de uma noite no Morro das Pedras, tirada da estrada. Foi usada a lente, Nikon 50mm f/1.8. Mais uma vez as condições de luz não eram ideais, na verdade bem menos ideais, estava uma noite de lua cheia, sim, mas na estrada quase não tem iluminação e no mar também não. A foto teria que ter uma exposição um pouco mais longa. Eu não tenho tripé, então sempre improviso. Dessa vez usei um banco para a poiar a câmera. Como não tinha muita escolha, subi bastante o ISO e usei ISO1000 e também deixei o diafragma bem aberto, f/1.8. A velocidade acabou sendo 0.8segundos, quase um segundo inteiro.

Como a foto é do mar e a exposição é um pouco longa, dá pra perceber que a água se mexeu e a foto parece um pouco tremida. Olhando pelas pedras dá pra ver que ela não está tremida, mas esse é um efeito que conseguimos com longa exposição (e se você quiser evitar, faça uma exposição mais curta e suba mais ainda o ISO).

colocando-em-pratica-praia-passeando-fotografia-foto-floripa-fpolis-florianopolis-isso-aquilo-e-tal

Essa foto eu coloquei no post de passeando que falei dessa praia, entre o Gravatá e a Joaquina. Foi tirada também com a lente Sigma 18-35mm f/1.8, mas dessa vez em 35mm. O dia estava bem claro, ao contrário das outras duas fotos, então não tive problemas. Pude deixar o ISO200 e o diafragma em f/10, preservando a nitidez. Eu queria uma velocidade rápida porque queria captar a onda no momento que estourava na pedra, queria a água congelada. Se eu optasse por deixar a velocidade mais devagar sairia um borrão de espuma branca. O intuito dessa foto era o oposto da anterior, água congelada. Velocidade 1/160 segundos.

É muito importante entender que cada foto pode ser tirada de muitos jeitos (mesmo mantendo o mesmo enquadramento) e é essa a maravilha do modo manual, você pode escolher que jeito é esse e priorizar o que quiser. Levando em conta as condições de luz, claro.

Se vocês tiverem alguma sugestão de tema para eu usar no próximo colocando em prática, vou adorar saber. Pode ser algum tipo de foto que você adora, alguma que tenha dificuldade, ou só curiosidade. Deixa nos comentários.

Para me acompanhar sigam meu Instagram e a página do Facebook. Para receber os posts no seu e-mail, basta seguir o blog.

Beijos

Corretivo Pro longwear – MAC

Oi gente,

Hoje vim mostrar o corretivo que uso no dia a dia (quando uso maquiagem), o Pro longwear da MAC.

prolong-wear-corretivo-maquiagem-beleza-mac-isso-aquilo-e-tal

Esse é mais um dos meus produtos queridinhos, é um corretivo líquido que promete longa duração. A embalagem é de vidro com um pump e tem 9ml. Bom, eu já uso esse corretivo há um tempo, dá pra ver pela pouca quantidade de produto na embalagem, né? E gosto muito dele. Ele é líquido, então rende bastante, dá pra espalhar bem e tem uma cobertura bem boa. Não é uma cobertura perfeita não, se você tiver muitas olheiras ou manchas, talvez ache pouco, mas eu acho que me deixa com uma aparência natural e mais descansada.

Antes, cheia de olheira e depois, mais apresentável.

Antes, cheia de olheira e depois, mais apresentável.

A duração é muito boa também, passei o corretivo perto do meio dia e só voltei pra casa perto de 20h. Claro que ele não se manteve intacto, mas ainda está ali cumprindo seu papel. Ele tem um acabamento bem sequinho, em dias mais frios nem uso pó pra assentar, mas claro que com o uso do pó, além de dar um acabamento completamente matificado, evita que ele acumule nas linhas finas logo abaixo dos olhos. Ele não acumula demais, mas acumula um pouco sim, nunca testei um corretivo que não acumulasse nada.

Corretivo quando eu cheguei em casa. A luz não estava muito boa por ser de noite, mas dá pra ver que ainda tem um sinal do corretivo ali. Esse foi um dia bem frio, então ele não derreteu.

Corretivo quando eu cheguei em casa. A luz não estava muito boa por ser de noite, mas dá pra ver que ainda tem um sinal do corretivo ali. Esse foi um dia bem frio, então ele não derreteu.

Outro ponto positivo na verdade é da marca, a MAC oferece muitas tonalidades e certamente vai encontrar uma que se encaixe no seu tom de pele. Inclusive as cores da MAC são, muitas vezes, usadas como referência para definir o tom da pele ou comprar maquiagens de outras marcas. O meu é na cor NC30 e fica ideal para a minha pele quando não estou muito bronzeada. Se pego sol ele fica levemente mais claro.

Apesar de eu gostar muito desse corretivo e achar que super vale a pena (não testei muitos, mas dos que testei nenhum ficava tão sequinho e durava tanto) ele tem alguns defeitos, principalmente quanto à embalagem.

Ela é de vidro, mas um vidro bem fininho, então tem que tomar muito cuidado pra não quebrar, já soube de várias histórias de Pro longwear que espatifou no chão. O meu eu sempre tenho muito cuidado, sempre que viajo levo separado da nécessaire, na bagagem de mão (seja em ônibus, seja em avião) e enrolado numa meia. Tenho com ele os mesmos cuidados que com perfume. Além disso o pump poderia ser melhor. É um pouco difícil apertar bem pouquinho e tirar só o que a gente precisa, principalmente porque ele rende bem. Existem alguns modos de não desperdiçar produto, o primeiro é tirar um pump mesmo, usar o que precisa e guardar o resto em algum potinho bem fechado e usar no dia seguinte. Se for bem fechado ele não vai secar de um dia pro outro e você vai conseguir usar tudo. Outra dica é ficar apertando bem pouquinho, tipo dando umas mini bombadinhas até sair um pouco. Parece que não está funcionando, que não está saindo nada, mas aí sai.

prolong-wear-corretivo-amostra-maquiagem-beleza-mac-isso-aquilo-e-tal

É um produto caro (como costumam ser os produtos da MAC), custa R$99 (na gringa está U$21, com o dólar de hoje, R$3,85, dá R$80,85, mas lá os impostos são pagos a parte e depende da cidade/ estado, então nem está tão caro aqui). Mas se você aprender a dosar bem o pump ele vai durar bastante tempo já que rende bem na aplicação.

Eu aplico ou com os dedos, passo com o indicador e espalho com batidinhas do anelar ou com um pincel. Não gosto tanto de pincel de corretivo porque acho que ele acaba arrastando muito o produto, então aplico sempre com um pincel de esfumar sintético (uso um da Quem disse, Berenice?) e gosto bastante do resultado.

Efeito do corretivo no rosto inteiro. Não tô usando mais nenhuma maquiagem.

Efeito do corretivo no rosto inteiro. Não tô usando mais nenhuma maquiagem.

No fim é um produto caro sim, mas que eu gosto e uso muito, então acho que compensa. Às vezes penso sim em comprar outros para experimentar e ver se acho um mais barato com a duração dele e tão sequinho quanto. Vamos ver o que vou decidir quando esse aqui acabar.

Esse é o post número 100 =)

Para me acompanhar sigam meu Instagram e a página do Facebook. Para receber os posts no seu e-mail, basta seguir o blog.

Beijos

Neutrox clássico

Oi gente,

Mudei um pouquinho meu cronograma, vim mostrar pra vocês o novo produto que estou usando.

condicionador-low-poo-cabelos-cuidados-cronograma-capilar-neutrox-isso-aquilo-e-tal-componentes

Há um pouco mais de mês meu Yamasterol acabou e eu fui no mercado procurar um substituto. Eu sabia que naquele mercado não ia encontrar o Yamasterol, então só procurei algum produto liberado pra low poo que fosse bem baratinho. Sim, o Yamasterol amarelo (que eu usava) é liberado pra no poo e ótimo pra quem faz co-wash, mas eu uso shampoo sem sulfato, então só precisava me livrar do petrolato mesmo. E aí encontrei um produto que quem teve infância nos anos 90 com certeza vai lembrar, o Neutrox amarelo.

Pois é, agora existem diversas versões de Neutrox, mas nem todas são liberadas. Esse amarelo com vermelho, a versão clássica com o mesmo cheiro e a mesma consistência da minha infância pode ser usado por quem faz low poo. É muita nostalgia, gente.

Eu estava acostumada com a textura do Yamasterol bem fluida, bem leve e o Neutrox é bem diferente, mais encorpado e, por isso, rende mais. Eu continuo usando como creme base, nunca sozinho, então misturo com produtos para potencializar a hidratação (que ainda não voltei a fazer), nutrição e reconstrução.

low-poo-cabelos-cuidados-cronograma-capilar-neutrox-isso-aquilo-e-tal

Acho que ele cumpre muito bem o que eu esperava dele e, batizado, hidrata, nutre, reconstrói bem meu cabelo. Mesmo sendo mais encorpado ele não deixa o cabelo pesado ou oleoso e é bem fácil de retirar. Sinto meu cabelo bem macio no dia seguinte, bom de passar a mão e fácil de pentear. Não é um creme super potente daqueles que “derretem” os fios, então se o seu cabelo estiver muito danificado não é a melhor opção, mas para um cabelo normal que quer apenas se manter bonito, ele é ótimo.

Não usei como condicionador puro, mas acredito que ele cumpra bem o papel (pelo menos quando eu era criança gostava muito). O cheiro é aquele clássico, não acho muito forte, mas tem quem deteste. O cheiro fica presente enquanto os cabelos estão molhados, mas depois que secam acho quase imperceptível e não me incomoda nem um pouco.

É uma opção bem barata e ótima para quem, como eu, só quer um creme base para as misturinhas ou quer um condicionador normal e segue o low poo. Nunca experimentei outros produtos da marca, então não sei dizer se a máscara ou o creme de pentear são bons ou liberados.

Fórmula

Fórmula

Quais seus produtos BBB (bom, bonito e barato) preferidos?

Para me acompanhar sigam meu Instagram e a página do Facebook. Para receber os posts no seu e-mail, basta seguir o blog.

Beijos