Assinatura RSS

Arquivo da categoria: Sem categoria

As eleições e a revolução

Oi gente,

O clima aqui no Rio de Janeiro é de segundo turno e não vou deixar passar a oportunidade pra falar um pouco no assunto.

O mundo que eu quero está bem longe de existir, tem gente que chama de utopia, eu prefiro horizonte (embora em termos práticos dê no mesmo), eu não vou chegar lá, mas é uma direção pra onde caminhar. Não acredito que eu vá ver nada do que realmente quero pra sociedade, mas é a direção da luta pra um dia, quem sabe, a sociedade chegar mais perto.

armandinho-horizonte-utopia

Pois bem, as urnas não são o caminho para esse mundo, isso é bem claro para mim, se votar mudasse alguma coisa, seria proibido. Para o que eu quero só as ruas e a revolução, o voto não vai revolucionar nada, não vai mudar de verdade nada, mas ainda assim eu voto (ou voto quando acho que tenho alguma opção plausível). Mas por quê?

Não acredito que a revolução virá por meio do voto, mas acredito que algumas poucas reformas podem vir sim, principalmente quando falamos de legislativo (vereadores, deputados e senadores). Se tratando de executivo (prefeito, governador e presidente), não acredito que conseguem chegar ao poder sem se render ao sistema ou governar sem o apoio do legislativo, mas ainda assim acho que um presidente mais ou menos reacionário pode fazer alguma mínima diferença.

se-votar-mudasse-algo-seria-proibido

Nenhuma reforma vai mudar a sociedade nem alcançar o tal horizonte, mas nos últimos anos, por exemplo, vimos as vagas das universidades federais aumentarem e muita gente de família pobre entrando na universidade. No Rio de Janeiro, vimos uma piora considerável nos transportes (pra quem é daqui sabe que de repente a gente não conhece mais nenhuma linha de ônibus, que troncal é esse?), além do encarecimento absurdo da passagem de ônibus que já está quase nos quatro reais.

Então não acho de fato que votar nesse segundo turno vá fazer alguma diferença real aqui na minha cidade, mas dá pra esperar algumas pequenas mudanças que podem sim deixar a vida um pouco menos pior e talvez alguns passinhos mais perto do tal horizonte. Ou talvez eu seja só mais uma romântica.

Beijos

Mulheres são ensinadas a cuidar

O que esperar de uma sociedade onde a mulher é ensinada a amar sempre, desde criança e o homem não? Pois é, desde que somos crianças a gente cuida da boneca, cuida da casinha na brincadeira, cuida do irmão mais novo e vê mulheres nesse papel de quem cuida. A gente é ensinada a se doar pelos outros e amar incondicionalmente, principalmente se esse outro for homem.

E os meninos? Os meninos não cuidam, eles nem ao menos se cuidam (até porque sempre tem uma mulher que cuide), no máximo eles protegem. O irmão que protege a irmã de outros caras, o namorado que protege a namorada acompanhando-a até em casa, o príncipe que protege a princesa da bruxa ou do dragão… Ué, mas não é a mesma coisa? Não. A mulher que protege ela se doa e, muitas vezes, se anula. Os homens não, os homens protegendo eles se enaltecem, viram heróis. Nenhuma mulher vira heroína por fazer o almoço todos os dias ou deixar a casa arrumada, mas o homem que abre a porta do carro é enaltecido.

dragao-casamento-relacionamento-abusivo-homens-odeiam-mulheres-heterossexialidade-compulsoria-feminismo-isso-aquilo-e-tal

Além de nos ensinarem a cuidar, amar e nos anular pra isso, somos ensinadas também à heterossexualidade, que precisamos de um homem na função de companheiros para estarmos bem. Uma mulher que chega aos 30 sem marido ou, pelo menos um namorado, já tá passando da idade, é uma solteirona, mas o homem mesmo aos 40 ou 50 pode estar curtindo a vida. Além de que as mulheres envelhecem e ficam mais feias, os homens ficam charmosos, a idade lhes cai bem (mas isso é assunto pra um outro post). Bom, então estamos ensinando nossas meninas a amar homens, mas não ensinamos nossos meninos a amarem mulheres, como isso pode funcionar?

Pois é, não pode. Quando a gente ensina pras meninas que a coisa mais valiosa que ela pode ter é o amor de um homem, a gente está ensinando que vale a pena tentar de novo e aguentar mais um pouco, porque ele é o verdadeiro amor da vida dela e ela só será completa com ele. Quando encaramos casamento como a salvação para a mulher e uma armadilha para o homem, quando a gente romantiza a violência ou os ciúmes (tipo a frase matar de amor ou ser ciumento porque ama muito), a gente direciona mulheres para o feminicídio. A mulher ciumenta é louca, o homem, ama, está cuidando do que é seu. É assim que a gente alimenta relacionamentos abusivos.

A única forma que um relacionamento pode dar certo e se as duas partes compartilharem coisas. A gente precisa ensinar os meninos sim a amar, respeitar e admirar mulheres desde crianças, e precisamos ensinar as mulheres a serem fortes, independentes, pensarem em si, se amarem e se sentirem completas, além de também conhecer e admirar mulheres. Não é só mãe, nem só pai que tem que ajudar nisso, se você tem contato com crianças e adolescentes, vale a pena refletir sobre isso.

casamento-game-over-relacionamento-abusivo-homens-odeiam-mulheres-heterossexialidade-compulsoria-feminismo-isso-aquilo-e-tal

A cada 11 minutos uma mulher é estuprada no Brasil em média, o feminicídio e a violência masculina ferem e matam mulheres diariamente, não é um cara doente ou psicopata que estupra e mata mulheres por aí, são os homens ensinados a odiarem mulheres, são os homens normais da nossa sociedade patriarcal.

 “Dizer que um homem é heterossexual implica somente que ele mantém relações sexuais exclusivamente com o sexo oposto, ou seja, mulheres. Tudo ou quase tudo que é próprio do amor, a maioria dos homens hétero reservam exclusivamente para outros homens. As pessoas que eles admiram; respeitam; adoram e veneram; honram; quem eles imitam, idolatram e com quem criam vínculos mais profundos; a quem estão dispostos a ensinar e com quem estão dispostos a aprender; aqueles cujo respeito, admiração, reconhecimento, honra, reverência e amor eles desejam: estes são, em sua maioria esmagadora, outros homens. Em suas relações com mulheres, o que é visto como respeito é gentileza, generosidade ou paternalismo; o que é visto como honra é a colocação da mulher em uma redoma. Das mulheres eles querem devoção, servitude e sexo. A cultura heterossexual masculina é homoafetiva; ela cultiva o amor pelos homens.”

Marilyn Frye

Beijos

Refletindo – seguir a moda

Oi gente,

Vocês seguem a moda?

Lembro que há alguns anos, em um grupo de cabelos no Facebook, li uma discussão sore undercut. Foi bem na época que esse corte estava mais na moda e uma menina perguntou se as pessoas do grupo que tinham um pedaço do cabelo raspado tinham feito isso pela moda. Claro que todos afirmaram que não, que tinham raspado seus cabelos porque gostavam do visual, não tinha nada a ver com a moda. Bom, não conheço essas pessoas, não sei se todas já tiraram o undercut, mas eu diria que a maioria já mudou de corte.

Eu, particularmente, não conheço ninguém que usa algo só porque está na moda mesmo não gostando dela. Aquela pessoa que você vê que sempre segue as tendências não usa só porque viu na revista, usa porque viu na revista e gostou, achou que combinava com ela e com seu estilo.

Então é claro que essas pessoas todas com undercut lá na época em que o undercut era o corte do momento, cortaram porque gostaram do corte e se identificaram com ele, mas ao mesmo tempo, também porque estava na moda. Se não fosse por isso não veríamos uma explosão de pessoas com esse corte justamente quando virou tendência.

moda-sneaker-refletindo-seguir-vítima-isso-aquilo-e-tal

Sneaker, moda há uns anos. Fonte da foto: http://marypartymy.com/2012/11/30-off-sneakers/

E isso vale pra qualquer coisa da moda. Quantas vezes você já disse que não gostava de determinada peça e uns meses depois (ou anos) mudou de ideia e começou a usar? Comigo já aconteceu várias vezes. É que de tanto a gente ver a tal tendência, de tanto associarem com beleza, a gente passa do estranhamento ao costume e, muitas vezes, até começa a gostar.

O gosto da moda segue a mesma lógica de beleza de pessoas que falei num post há 3 semanas, mas tudo acontece muito mais rápido, as mudanças de padrão são muito velozes. Lembro de quando eu era adolescente, há uns 15 anos atrás, a moda era jeans com a boca larga, a gente chamava de boca de sino e a cintura era cada vez mais baixa (pra contrastar com as cintura alta que usavam antes). Aí entrou o jeans skinny e era praticamente impossível achar uma calça que não fosse com a boca mais justa. A cintura subiu de volta, como era nos anos 80 e início dos 90 e a boca voltou a abrir, agora com o nome Flare. Aí muita gente que crucificava a cintura alta, hoje culpa a cintura baixa por deformar o corpo e voltou a comprar os jeans com a boca larga.

moda-jeans-refletindo-seguir-vítima-isso-aquilo-e-tal

Boca de sino, skinny ou flare?

Não quero, com esse post, que as pessoas parem de seguir a moda ou algo assim, no fim todo mundo acaba seguindo tendências e cada um deve se vestir como quer, como se sente bonito e confortável. Quero só lançar uma reflexão sobre o que significa gostar de verdade e seguir moda ou não. O que voces pensam? Seguem ou não a moda?

Para me acompanhar sigam meu Instagram e a página do Facebook. Para receber os posts no seu e-mail, basta seguir o blog.

Beijos

recado

Receita – pão piadina

Oi gente,

Pão é uma das minhas comidas preferidas.

pão-piadina-receita-fácil-isso-aquilo-e-tal

Com pasta de grão de bico

Mas em geral demora pra fazer, tem que ficar amassando, descansando, dá um trabalho. Como a máquina ficou em Floripa, dia desses testei uma receita super rápida de pão na frigideira que não leva fermento biológico (que eu nunca tenho em casa). Conheci essa receita com uns amigos, mas essa foi a primeira vez que fiz “sozinha” (na verdade fiz com o meu irmão, as mãos dele aparecem nas fotos, inclusive).

pão-piadina-receita-fácil-ingredientes-isso-aquilo-e-tal

Ingredientes:

3 xícaras de farinha e mais um pouco pra enfarinhar o balcão;

1 e ½ colher de chá de sal;

1 colher de chá de fermento químico;

2 colheres de sopa de azeite;

1 xícara de leite.

Modo de fazer:

pão-piadina-receita-fácil-misturando-massa-isso-aquilo-e-tal.jpg

Começa misturando os ingredientes em pó, a farinha, o sal e o fermento. Aí faz um furo no meio e coloca o azeite, mistura tudo e vai acrescentando o leite aos poucos e misturando até ficar tudo bem homogêneo.

pão-piadina-receita-fácil-massa-isso-aquilo-e-tal

Enfarinha a sua superfície de trabalho (eu usei a bancada da pia, mas pode ser uma mesa), pega essa massa e amassa mais um pouco. Na receita diz pra amassar no máximo 3 minutos, mas não sei se faz diferença. Depois modela a massa de comprido, como que fazendo uma baguete, e corta em pedaços menores. Eu cortei em 6, mas depende do tamanho da sua frigideira.

pão-piadina-receita-fácil-abrindo-massa-isso-aquilo-e-tal

Aí vem a parte da força braçal. Com um rolo ou uma garrafa redonda (tipo de vinho, cerveja…) vai abrindo a massa formando discos, A massa é bem durinha, então é um pouco cansativo. Pra evitar que os outros pedaços de massa ressequem, você pode cobrir com um pano úmido, mas eu não diria que é essencial porque não demora tanto, a não ser que você more em um lugar muito seco.

pão-piadina-receita-fácil-frigideira-pronto-isso-aquilo-e-tal

Aí é só pegar os discos de pão, colocar em uma frigideira bem quente, fazer furinhos com o garfo e esperar dourar. Depois virar e esperar dourar o outro lado. Não precisa de óleo nem manteiga na frigideira, a massa já tem óleo e é bem durinha, não vai grudar. Se você esquecer de fazer os furinhos também não faz diferença, eu esqueci algumas vezes. Pronto, aí é só você ir transferindo os pães prontos pra um prato e ir fazendo os outros pães.

pão-piadina-receita-fácil-pronto-geleia-isso-aquilo-e-tal

Com geleia de laranja

É uma receita rápida de fazer e bem versátil, você pode colocar o recheio que quiser, pode usar frango ou carne desfiada, requeijão, queijo, salada, pastinhas, presunto, peito de peru, mel, geleia, brigadeiro… O que a sua imaginação permitir.

Se for muito pra você, dá pra congelar a massa antes de abrir com o rolo. Em Floripa meus amigos sempre faziam com metade da farinha integral (1 e ½ xícara de farinha branca e 1 e ½ xícara de farinha integral) e aí colocavam um pouco mais de leite, talvez dê até para fazer uma proporção maior de farinha integral colocando mais leite, teria que testar.

Se fizerem a receita avisem e postem foto.

Para me acompanhar sigam meu Instagram e a página do Facebook. Para receber os posts no seu e-mail, basta seguir o blog.

Beijos

Pão fresquinho sempre – Panificadora Multi Pane

Oi gente,

Se tem uma coisa que a gente come aqui em casa é pão, uma pão de forma não dura quase nada por aqui. Eis que na páscoa ganhamos uma máquina que mudou nossa relação com o pão. A panificadora Multi Pane 2 da Britânia.

panificadora

É uma máquina sensacional de fazer pão. É tudo tão simples e você pode ter pão quentinho na hora que quiser. É uma máquina que faz o pão por você, você coloca os ingredientes lá dentro, aperta uns botões e espera. Daqui há algumas horas… Pão quentinho.

Ela vem com um manual que explica certinho todo o funcionamento e também traz muitas receitas diferentes pra você mudar sempre o pão que vai comer. Além da máquina, vem também um copo e uma colher de plástico que servem para medir os ingredientes. Eles recomendam que você siga rigorosamente as medidas para ter certeza que tudo vai dar certo.

pão

Pão de 600g casca em torra média

E aí é só alegria, escolhe a receita, segue as medidas, coloca os ingredientes na máquina e aperta os botões indicando o pão que você vai fazer. Agora só esperar, cada receita leva um tempo diferente, mas a máquina vai apitar pra dizer que seu pão tá pronto. Ela faz quatro tamanhos de pão, 450g, 600g, 900g e 1200g e, em algumas receitas, você pode também escolher como quer sua casca, se mais clarinha, média ou mais escura.

Pão quentinho, 600g, casca em torra média

Pão quentinho, 600g, casca em torra média

Depois que o pão fica pronto basta retirar a cestinha e desenformar o pão. Como essa cestinha sai, fica muito simples de lavar e limpar tudo. Além dela, tem que remover também o batedor, uma pecinha tipo uma hélice de uma perna só que serve para bater o pão. Ela acaba ficando dentro do pão, mas é bem simples de remover e lavar.

Oa acessórios da máquina: cestinha onde vai o pão, o batedor (meia hélice preta ao lado da cestinha), copo e colher de medida e o manual que é também livro de receitas.

Oa acessórios da máquina: cestinha onde vai o pão, o batedor (meia hélice preta ao lado da cestinha), copo e colher de medida e o manual que é também livro de receitas.

A panificadora, apesar do nome, serve também para outras receitas, além dos pães doces e salgados ela faz também bolos, tranças e diversos tipos de massa, como pizza e pão de queijo. Nestes casos você precisa tirar a massa crua da panificadora, esticar e rechear, no caso da pizza, ou fazer bolinhas, se for um pão de queijo, e assar no forno comum. Nó ainda não testamos essas receitas diferentes, estamos só nos pães por enquanto.

receitas

Ainda tem mais uma coisa muito legal, você pode programar a máquina, com até 13h de antecedência para o seu pão sair na hora que você quiser. Assim é possível ter pão quentinho logo ao acordar, basta programar para o horário desejado antes de dormir. Acordar com aquele cheiro de pão na casa toda é sensacional.

Já experimentou essa máquina? Me digam suas receitas preferidas nos comentários.

Para me acompanhar em tempo real, me siga no Instagram (@juliakubrusly). Para saber das novidades do blog, curta a página no Facebook e se inscreva no blog para receber os novos posts no seu e-mail.

Beijos

Refletindo – Consumismo

Oi gente,

Já falei algumas vezes que acompanho muitos blogs, um blog indica outro e vou somando mais e mais endereços à minha lista.

batons

Mas do mesmo jeito que eu acrescento novos blogs também faço limpas periódicas. Os motivos pelos quais sigo ou deixo de seguir um blog variam muito, inclusive dependendo do assunto tratado, modo de escrever, fotos, etc. Mas tem uma coisa que eu definitivamente gosto muito. Quando o blog ultrapassa seu próprio assunto, transborda, e trata de outros tópicos importantes e relevantes pro público alvo. Por exemplo, um blog de maquiagem e beleza tratar de autoestima, ditadura da moda ou da magreza, machismo, etc.

Sei que às vezes os leitores não gostam, principalmente quando são assuntos mais polêmicos, mas eu adoro, é algo que me faz querer acompanhar cada vez mais um blog. Pois é, mas embora eu goste, nunca fiz nada parecido por aqui.

Eu tenho muitos posicionamentos e opiniões, mas não sou de falar deles na Internet, principalmente pelo desgaste que as brigas e discussões virtuais geram, mas refleti muito a esse respeito e não acho razoável eu deixar de abordar assuntos que me fazem, justamente, gostar ainda mais de outros blogs.

armário

E o primeiro post que quero fazer tem relação exatamente com esse mundo de blogs de beleza e acompanhar vários blogs. Estou me focando nesse nicho, pois é o que mais acompanho e observo.

Já tem um tempo que ser blogueiro virou profissão, muitas pessoas ganham muito bem com isso e nos blogs de beleza a gente está sempre conhecendo uma nova base, um hidratante milagroso ou o shampoo que vai atender aos nossos pedidos. Pois é, é um apelo muito grande ao consumo, sempre. Na nossa sociedade o apelo ao consumo é muito forte (não tanto quanto em Admirável mundo novo, mas é), sempre precisamos estar comprando algo novo, conhecer os lançamentos e adquirir novidades. Isso sem contar os publieditoriais que são propagandas de fato.

Eu nunca fui uma pessoa muito consumista, nunca comprei roupa todo mês ou precisei de uma roupa nova pra sair, sempre estive no time de quem economiza mais. Claro que tem dias que vou a várias lojas e quero comprar muitas coisas, mas não é algo que acontece com frequência. Houve dois momentos na minha vida que eu me tornei realmente mais consumista, uma época eu comprava muitos sapatos, não chegava a comprar um par todo mês, mas adquiria muito mais sapatos do que eu realmente usava. Ainda mais porque eu sou do tipo que quando ama uma roupa, repete infinitamente, enquanto as outras ficam no armário.

tênis

Outra época foi assim que comecei a comprar maquiagem. Não estou me comparando com as blogueiras e pessoas que mostram coleção de maquiagem com dez bases, mas eu tinha umas quatro abertas, pra quê? Bom, como sou uma pessoa, em geral, bem controlada, assim que percebo o exagero paro com ele, espero as quatro bases acabarem e só vou comprar uma nova quando eu realmente precisar. Mas acabei juntando, tanto sapatos, quanto maquiagens demais. Me desfiz de muita coisa, mas sinda guardei bastante.

Mas eu sei que a maior parte das pessoas não é muito controlada não, principalmente na nossa sociedade que a todo momento parece estar te mandando comprar algo novo. E os blogs entram nessa, o tempo todo mostrando os novos lançamentos e te fazendo desejar um monte de produtos que você não precisa de fato. Eu adoro saber das novidades e montar wishlists, mas reflito muito antes de comprar, vejo se não tenho nada parecido, se preciso daquilo, é bem raro eu comprar algo por impulso. Ok, acabei de fazer um post sobre uma paleta de sombras que eu comprei só pela embalagem, mas te digo, foi uma compra bem pensada e com muita consciência.

Quer dizer, eu não acho que você deve se limitar a comprar apenas o que é útil, mas acho que você deve refletir antes de adquirir qualquer coisa. A gente trabalha um monte, ganha o suado dinheirinho e quer compra coisas, normal. Só tem que tomar cuidado para não sair comprando loucamente tudo que achar legal e sair se endividando, ou ficando sem espaço em casa pelo tanto de coisa acumulada (que você nem usa), além de todo o lixo que você gera. Dinheiro é feito para ser usado sim, mas eu prefiro o uso consciente (e cada um sabe de si), gosto de investir naquilo que realmente vou usar e vai me trazer feliz. Ao invés de gastar em cinco bases, prefiro passar um fim de semana viajando, economizar pra uma casa, carro ou o que for o seu sonho. Consuma de forma consciente, fique satisfeito com suas aquisições e me contem o que acham nos comentários.

Para acompanhar meu dia a dia, me sigam no Instagram (@juliakubrusly). Curtam também a página do Facebook e, se quiserem receber os posts novos por e-mail, sigam o blog.

Beijos

Como acompanhar tantos blogs – Bloglovin

Oi gente,

Lá no primeiro post falei que acompanhava diversos blogs e hoje quero contar de um site que me ajuda muito. Nem lembro quando comecei a acompanhar blogs, mas no início seguia um ou outro e, sempre que tinha um tempinho, entrava neles para ver as novidades. Mas aí um blog indica outro, uma amiga começa a escrever, uma busca no Google te faz conhecer um blog legal, enfim, depois de um tempo minha barra de favoritos era cheia dos sites que eu acompanhava, já não cabia mais nenhum e ficava aquela enorme poluição.

Untitled-2

O mais chato é que, enquanto alguns blogs têm atualizações diárias, às vezes mais de uma vez por dia, outros só tem posts bem de vez em quando. Era bem chato ter que lembrar exatamente qual foi o último post que li, principalmente depois de alguns dias sem internet, ou entrar diversas vezes em um blog e não ter nenhuma atualização.

Nunca gostei da ideia de seguir blogs através do e-mail, nem sempre que entro no e-mail tenho tempo de ler posts, prefiro não misturar blogs com correspondência de trabalho e, com certeza, os dois acabariam misturados e eu perderia posts. Eu sabia que, para mim, ter feed no e-mail não funcionaria muito bem e eu acabaria me desorganizando mais ainda (seria isso possível?).

Foi aí que conheci, através do blog E aí, Beleza?, um site chamado Bloglovin. É um site de feed de blogs. Você se cadastra nele (pode usar o Facebook) e adiciona os blogs que quer seguir. Pronto. Ele vai criar uma lista dos posts dos blogs e você vai ver todos os posts que ainda não leu.

Bloglovin2

Eu adoro e agora só acompanho blogs assim, não preciso entrar nos sites se não tem novidade e nem ficar tentando lembrar o que ja li ou não, só entro nos posts ainda não lidos. Também não tenho que me preocupar com lembrar todos os endereços, se eu gosto de um blog, já adiciono no bloglovin e começo a receber as novidades. Descobri depois que eles têm também um aplicativo pra celular, tem pra Android e IOS, perfeito para quando você está viajando ou entediada no trânsito.

Screenshot_2015-02-09-18-26-52

O site é todo em inglês, mas é bem fácil de mexer, mesmo que você não saiba nada da língua, com ajuda do tradutor consegue cadastrar seus blogs e acompanhar. O Bloglovin tem também funções para conhecer novos blogs, mas não sei falar sobre essas funções porque nunca usei. Pelo que vi, na aba explore ele sugere os blogs mais populares e você pode escolher o que quer ver por categorias, todas as sugestões que apareceram para mim foram em inglês. Você pode procurar também por outros sites semelhantes ao que você segue, nesta aba find blogs encontrei muitas sugestões em Português. Existem outras funções, como encontrar amigos ou favoritar posts, mas nunca usei essas opções. Ele também permite que você controle quantos usuários do bloglovin estão seguindo seu blog, se você tem um.

Pra mim o Bloglovin foi muito útil, sei que existem outros sites com essa função, mas me adaptei demais a esse e não quero outra coisa da vida. Me facilitou muito acompanhar vários blogs, me poupa tempo de entrar em sites que não têm atualização e posso escolher quais posts ver agora e quais deixar para depois, é só marcar como não lido.

Vocês usam o Bloglovin ou outro site de feed de blogs?

Beijos