Assinatura RSS

Arquivo da tag: Expressões sexistas

Mais macho que você – expressões sexistas

Oi gente,

Já repararam que as expressões que envolvem “coisas de menina ou mulher” são bem diferentes daquelas que falam em “coisas de macho ou homem”?

UFC 184: Rousey v Zingano

Ronda Rousey

Pensem nessas frases “ele é uma moça”, “ela é muito mulherzinha”, “meu irmão bate como uma menina” e “sou mais homem que você”, “ele é muito homem”, “bate que nem macho!”. Deu pra perceber que as frases que usam os estereótipos femininos são sempre negativas, inferiorizando, e as outras, com estereótipos masculinas, são positivas, valorizam? Os exemplos variam bastante, mas o sentido geral se mantém.

Quando usamos uma frase dessas não precisamos explicar o que queremos dizer, todos sabem que ser como uma mulher é ruim e ser como um homem é bom. Se a gente quiser subverter essa lógica, por exemplo, dizer que lutar bem é lutar como uma mulher, temos que explicar esse novo sentido, já que naturalmente lutar como uma mulher é lutar mal.

Bom, eu sou mulher e não posso achar razoável que ser como eu (e como metade da população mundial) seja considerado negativo. Isso sem contar que mulheres são pessoas, cada uma com uma particularidade e habilidades diferentes, não há uniformidade em ser mulher (só o fato de ser mulher e ser criada como tal, mesmo). Pense nas mulheres que vocês conhecem, certamente elas possuem habilidades, e cada uma suas habilidades diferentes. Então qual o sentido de, quando dizemos “faz x coisa como uma mulher” querer dizer que a coisa é mal feita (a não ser que se trate de alguma habilidade dentro do estereótipo feminino, como limpar ou cuidar)?

Brazil v Korea Republic: Group E - FIFA Women's World Cup 2015

Marta

Somos criados com a ideia de que mulher é inferior, então é óbvio que mesmo as mulheres não querem se encaixar no estereótipo feminino, que é negativo, mas no masculino, positivo. Precisamos, não só parar de falar “agir como uma mulher” x “agir como um homem”, mas também chamara a atenção daqueles que ainda usam essas expressões e, claro, parar de ensinar que mulheres são inferiores.

Para me acompanhar sigam meu Instagram e a página do Facebook. Para receber os posts no seu e-mail, basta seguir o blog.

Beijos

Anúncios