Assinatura RSS

Arquivo da categoria: Pessoal

Viajando sozinha – Parte 1

Oi gente, Quero contar uma experiência para vocês, como o post ficou enorme, acabei dividindo em duas partes, hoje sai a primeira, a outra, posto em breve. Bom, pra começar é importante que vocês saibam que eu amo viajar, estou sempre pensando na próxima viagem ou em lugares que quero ir. Em Dezembro agora surgiu a oportunidade de ir ao Rio, encontrar a família, ver os amigos, etc. Eu e o Filipe, meu namorado, saímos de Floripa no início de Dezembro. Ele tinha o mês todo planejado, tinha ida e volta compradas e passaria o Natal com a família no Rio Grande do Sul. Eu só tinha a ida e não sabia onde passaria o Natal, já que minha família não comemora mais, não queria passar com ele e nem sozinha em Florianópolis. A gente decidiu também, que se encontraria dia 26 em Curitiba para passar o Reveillon juntos.

Museu Oscar Niemeyer - Curitiba/ PR

Museu Oscar Niemeyer – Curitiba/ PR

Tive a ideia, então, de fazer Rio – Curitiba de ônibus em dez ou quinze dias de viagem parando e conhecendo diversos lugares. O plano parecia lindo, mas eu não tinha companhia. Sei que muita gente tem sonho de viajar sozinho ou ama esse estilo de viagem, mas essa nunca foi a minha. Nunca viajei sozinha e nunca quis. Na verdade, já não gosto de pegar ônibus ou avião sozinha pra encontrar alguém no destino, imagina uma viagem inteira. Mas meus amigos estavam trabalhando, ninguém podia tirar dez ou quinze dias de férias para viajar. Além disso, é difícil alguém que tope passar o Natal longe de casa. Enfim, eu não tinha passagem de avião, os preços só aumentavam, não queria ficar no Rio e tinha que estar dia 26 em Curitiba. Decidi fazer a tal viagem sozinha, sair do Rio e ir descendo, aos poucos até Curitiba. Comecei então a pensar nas cidades que eu iria. Gosto de curtir bem uma cidade, essa coisa de passar cada dia em um lugar e não conhecer nada direito não é a minha, então eu escolheria no máximo três lugares, já que seriam uns dez dias de viagem. Outra coisa que eu devia prestar atenção, eu estaria completamente dependente de transporte público, ou seja, a cidade tinha que, ou ser muito pequena, para andar a pé, ou ter bastante ônibus, metrô, etc. Além disso, um local não poderia ser mais do que dez horas de distância do outro, já que esse é o tempo máximo que suporto em um ônibus. E por último, mas não menos importante, eu não queria gastar muito, então nada de lugar com hospedagens caras, passeios de barco ou restaurantes caros.

Museu do Ipiranga - São Paulo/ SP

Museu do Ipiranga – São Paulo/ SP

A última cidade já estava decidida, Curitiba, onde encontraria meu namorado. Bom, e o que mais? Por fim, acabei decidindo por apenas duas cidades, São Paulo e Curitiba. As duas cidades eu já conhecia de passagem, mas queria voltar com mais calma. Inclusive planejo fazer post sobre elas mais pra frente. Decidi ficar em hostel, quartos compartilhados femininos e escolhi os hostels com base nos comentários do site booking. Por ser minha primeira viagem sozinha e por não conhecer muito bem as cidades, deixei todos os dias reservados. Algumas pessoas me disseram que o melhor era reservar apenas a primeira noite e, estando na cidade, decidir se seria melhor trocar ou não a hospedagem, podendo visitar novos lugares, ver o ambiente etc. Mas era Dezembro, muita gente viajando, fiquei realmente com medo de não encontrar hospedagem e ficar sem ter onde dormir. Esse perrengue eu não queria passar sozinha.

Bosque do papa - Curitiba/ PR

Bosque do papa – Curitiba/ PR

Locais decididos, hostels reservados, deixo para o próximo post minhas impressões e opiniões sobre essa experiência.

O segundo post já está no ar, vejam lá.

Beijos

Do começo

Oi gente,

Meu nome é Julia e decidi fazer um blog. Ok, isso é bem óbvio se você já está aqui. Mas por que decidi montar esse blog? Bom, basicamente por hobby.

Eu sou carioca e sempre morei no Rio de Janeiro, mas em Agosto de 2014 acabei me mudando para Florianópolis e desde então estou aqui. Comecei a procurar emprego, consegui alguns freelas, mas ainda não tenho trabalho fixo, por isso, acabo ficando com bastante tempo livre. Foi aí que surgiu a ideia do blog.

DSC_0026

Eu tenho o costume de acompanhar vários blogs e, na verdade, já tinha pensado em escrever o meu próprio, mas sempre foi uma ideia distante, nunca pensei em realizar de fato. Na verdade, eu já tive um blog há uns cinco anos onde postava textos escritos por mim, mas agora a ideia é outra.

Não quero mais postar contos e textos, quero falar sobre assuntos que me interessam, fazer resenhas, conversar, ensinar, enfim. Por isso digo que esse é meu primeiro blog, porque é o primeiro para isso.

Já pensei em alguns temas que quero tratar, mas claro que outros interesses devem surgir com o tempo. Com certeza quero falar de livros e filmes, maquiagem e cabelo, fotografia, viagens, coisas do dia a dia e algumas receitas que eu gosto, principalmente de sucos e chás.

Foto: Filipe Manzoni

Foto: Filipe Manzoni

Então, nesse primeiro post, vou me apresentar um pouco. Como já disse, me chamo Julia, sou carioca e moradora de Florianópolis. Tenho 26 anos, sou formada em letras e literatura é minha paixão desde criança. Sou formada professora também, talvez daí a vontade de ensinar coisas, discutir assuntos e transmitir conhecimento.

Morava com meus pais no Rio e agora, em Floripa, estou morando com meu namorado. Então, ao mesmo tempo em que mudei de cidade, também saí da casa dos meus pais. Ainda estou conhecendo a cidade, então acho que vai ser legal levar vocês pra conhecer os lugares comigo. Se alguém for de Floripa, seria ótimo ler dicas de locais imperdíveis nos comentários e até conhecer alguém. Como disse, cheguei há pouco tempo, conheço pouca gente aqui.

Beijos