Assinatura RSS

25 dias na Bahia – Moreré

Oi gente,

Finalmente a última etapa da minha viagem de janeiro, Moreré.

morere-barco-viagem-viajando-bahia-isso-aquilo-e-tal

Pra chegar lá não foi tão simples, precisamos ir até Salvador, de lá pegar o ferry boat para Bom Despacho (R$4,30), aí um ônibus para Valença (R$21,00) e aí são duas opções para chegar na ilha de Boipeba, ou um barco rápido direto (R$44,00) ou um ônibus até Torrinhas e de lá uma lancha até a ilha (R$25,00 incluindo ônibus + lancha). Aí você chega na ilha de Boipeba, pra chegar até Moreré vai precisar andar um bom pedaço ou pegar um trator (R$10,00), eu não fiz o trajeto a pé, acredito que valha pelo passeio, mas se você estiver com mala, melhor optar pelo trator mesmo. Os preços podem não ser exatamente esses, mas é mais ou menos isso. Claro que se você quiser desembolsar mais dinheiro, devem ter opções bem mais rápidas.

Moreré pra mim foi como um oásis depois de dias no deserto, quer dizer, poder apenas ficar com os pés para o alto depois de dias de trilha intensa. Boipeba é uma ilha, então são muitas praias, mas eu conheci quatro só, a própria praia de Moreré, Cueira, Bainema e Castelhanos. As praias são todas próximas e bem tranquilas de chegar, Cueira e Bainema basta caminhar pela orla mesmo e pegar um caminho por dentro no final, mas bem rapidinho e não tem como errar. Pra Castelhanos eu recomendo ir com alguém que conheça, a trilha é um pouco maior, tem que passar por dentro de um mangue e nem sempre é tão óbvia.

morere-mangue-viagem-viajando-bahia-isso-aquilo-e-tal

É um caminho plano e fácil, mas por não estar sempre bem marcado, melhor não ir sozinho. Logo antes de chegar na praia precisamos atravessar um rio, você pode ir nadando ou de barco (que custa uns R$5,00) e a travessia a nado é bem tranquila. A praia de Castelhanos é maravilhosa e vale muito a pena a visita, foi a praia que mais gostei na ilha. Fora Bainema, todas as praias têm alguma estrutura com comida e barraquinhas e têm também árvores e sombra para evitar ficar torrando no sol. É bem importante se atentar para a maré, ela pode facilitar ou mesmo impedir alguns acessos, então se informe do horário (que muda a cada dia). A praia de Moreré mesmo é a que mais muda dependendo da maré por ser muito plana e é na maré baixa que se revelam as piscinas naturais.

Ficamos em camping também e pagamos R$15,00 por pessoa por noite, mas claro que existem hoteis e pousadas para todos os gostos. Tem dois mercadinhos lá, mas eles têm pouca variedade de coisas e os preços também não são baixos, então eu recomendo levar o que forem precisar de Salvador. Claro que algumas coisas nós precisamos comprar, como legumes, verduras e frutas, mas a variedade é bem pequena mesmo. O mercado aceita cartão, mas não há banco ou caixa eletrônico em Moreré, então leve dinheiro vivo. Se precisar de algo mais específico pode ser que precise ir ao povoado de Boipeba mesmo, de onde sai o barco, lá tem mais opções de comércio, mas também nada muito grandioso.

morere-praia-viagem-viajando-bahia-isso-aquilo-e-tal

Fiquei uma semana em Moreré e depois foi hora de voltar pra casa e pra cidade grande. Pra quem gosta de praia o lugar é paradisíaco e eu quero muito poder voltar. As fotos, assim com as da Chapada Diamantina, foram tiradas pelo meu irmão e minha cunhada da Jerimundo.

Para me acompanhar sigam meu Instagram e a página do Facebook. Para receber os posts no seu e-mail, basta seguir o blog.

Beijos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: