Assinatura RSS

Livro: Americanah – Chimamanda Ngozi Adichie

Oi gente,

Faz tempo que eu não faço post sobre livro, né? Tinha um tempo que eu não lia um que eu achasse que valia post. Hoje vou falar sobre o livro Americanah  (520 páginas) da Chimamanda Ngozi Adichie.

Americanah-chimamanda-ngozi-adichie-livro-literatura-racismo-resenha-literaria-issoaquilo-e-tal-kobo-e-book

Bom, o livro conta a história de uma jovem nigeriana, Ifemelu e, embora o livro seja narrado em terceira pessoa o ponto de vista é todo dela (quase, na verdade). O livro não é linear, sua narrativa começa no meio da história e, através de flashes back vai contando o passado dessa jovem até que passado e presente se encontram e seguem, narrando o futuro. Eu gosto muito desse tipo de narrativa, dá uma dinâmica diferente e traz um interesse a mais.

Bom, Ifemelu morava na Nigéria junto com sua família e lá começa a namorar Obinze, ainda durante o colégio. Eles começam a fazer faculdade juntos, mas o país enfrenta um momento muito difícil, uma ditadura militar, e quem tem condições se muda, deixa a Nigéria. A faculdade deles começa a enfrentar greve atrás de greve e Ifemelu, que tem a oportunidade de se mudar para os Estados Unidos, deixa o país, a família e Obinze.

Ela passa treze anos nos Estados Unidos e muita coisa muda nesse tempo. Ela, que inicialmente não podia ter um emprego legalmente e era babá de crianças (além de ter se submetido a outro trabalho bem pior), consegue a cidadania americana e cursa mestrado em Princeton, além de ter um blog de muito sucesso.

Americanah-chimamanda-ngozi-adichie-livro-livros-literatura-racismo-resenha-literaria-issoaquilo-e-tal-kobo-e-book

A capa pela Companhia das Letras

É nos estados unidos que ela se percebe como negra e lá conhece as diversas faces do racismo. Ifemelu (ou Ifem, como as amigas chamam) amadurece muito nesse período, principalmente no que diz respeito às relações humanas. E é sobre isso que escreve no blog, sobre situações cotidianas, conversas que ouve ou pensamentos que tem. Sempre sob sua visão, a de uma negra não americana, ela relata algo e interage com os leitores nos comentários. Com o sucesso desse blog ela começa a ser chamada para dar palestras e até mesmo estudar em Princeton.

Após esses treze anos ela decide voltar para a Nigéria e aí tem uma nova dificuldade, se encontrar novamente no país que, ao mesmo tempo que é dela, está completamente mudado. Na verdade tanto ela mudou, como sua cidade, Lagos, e agora devem estabelecer uma nova ligação. Além disso há Obinze, com quem Ifem cortou o contato logo depois de ir aos EUA. Obinze também passou por momentos difíceis, tentou a vida em Londres, mas foi deportado como imigrante ilegal. Depois acabou conseguindo se tornar um homem próspero em Lagos. Encontrar-se novamente em Lagos e na história de Obinze, agora um homem casado com uma filha, é o novo desafio de Ifemelu.

Não é apenas a história da vida e amores de Ifem, mas uma história política e social muito forte. Aborda as dificuldades de ser uma mulher não americana negra nos Estados Unidos e todas as vivências que isso acarreta. Podemos ver algumas passagens de seus posts no blog e aprender muito sobre essa realidade que é bastante difícil. Além do ponto de vista dela, conhecemos também a história de Obinze na Inglaterra, com muitas dificuldades, vivendo de subempregos e favores de amigos até sua deportação.

Não é uma história de amor, quer dizer, claro que é, mas é muito além disso, se você quer ler apenas um enredo amoroso, escolha outro livro. Também não acho que é o livro ideal para quem fala de racismo inverso e vitimização dos negros. Na verdade talvez seja, talvez seja exatamente o que você está precisando ler, mas se você quiser conhecer uma outra visão e ver a realidade do imigrante negro africano, se for manter a cabeça fechada de não existe racismo, acho que não vai gostar.

A autora

A autora, Chimamanda Ngozi Adichie.

Eu gostei demais, tem uma questão política bem forte que me interessa, um enredo bom e me apeguei bastante aos personagens (o que é essencial pra que eu goste de um livro). Quero procurar outros livros da autora, que é nigeriana, para ler.

Vocês já leram ou ouviram falar desse livro?

Para me acompanhar sigam meu Instagram e a página do Facebook. Para receber os posts no seu e-mail, basta seguir o blog.

Beijos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: