Assinatura RSS

Refletindo – Escolhas e fracassos

Oi gente,

O post de hoje é sobre escolhas.

Marco 0 da BR-101 no Rio Grande do Norte

Marco 0 da BR-101 no Rio Grande do Norte

Escolhas fazem parte de nosso dia a dia, estamos o tempo inteiro fazendo opções, são tantas escolhas que muitas vezes nem nos damos conta delas, fazemos apenas no automático. Algumas vezes nossas alternativas impactam muito pouco a vida, se vamos com a blusa azul ou a preta, qual será o almoço ou se tomamos banho antes ou depois de comer. Coisas pequenas que são escolhidas a todo momento e fazem muito pouca diferença real.

Pois é, mas aí tem aquelas opções que realmente fazem diferença e nos dão a impressão de que vão moldar toda a nossa vida, como escolher fazer ou não uma faculdade, qual faculdade fazer, onde morar, casar ou não, ter um filho, etc. Toda grande escolha deve ser pensada com calma, já que vai afetar grande parte de nossa vida e, talvez, a vida inteira. Mas às vezes parece que a gente se apega muito a algum sonho e acabamos nos impedindo de mudar de ideia.

Tudo começa quando a gente tem uma ideia e escolhe um caminho. Aí começamos a seguir aquele caminho ou nos esforçar para alcançá-lo. Meses ou anos depois começamos a ver que existem outros caminhos, outras escolhas que podem ser tão boas para a gente ou até mesmo melhores. Mas como abandonar aquela ideia inicial? A gente já visualizou, planejou, se apaixonou por ela, não dá pra simplesmente abandonar tudo o que já percorremos.

Ribeirão da ilha - Florianópolis

Ribeirão da ilha – Florianópolis

Isso fica bem pior quando, para os outros, a segunda opção parece mais fácil, dá a impressão que optamos por ela por isso, dá a impressão de fracasso. Vou dar um exemplo concreto, mas imaginário. Você está há dois anos estudando para passar em direito. Quando chega perto da data do vestibular (ou ENEM) você começa a pensar em fazer letras. Letras é uma faculdade infinitamente mais fácil de passar do que direito, provavelmente com a nota do seu primeiro vestibular você teria passado. Pra muitas pessoas pode parecer que você optou por esse novo curso apenas para ter certeza que esse será seu último ano de vestibular e que ano que vem você vai estar em uma faculdade com certeza.

Isso pode ser verdade e não é nenhum problema. Optar por outra carreira que, talvez não seja a dos seus sonhos, mas é mais fácil de alcançar, é uma escolha como qualquer outra. Mas talvez não, talvez você realmente tenha mudado de ideia e agora prefira ler romances do que leis (sim, essa é uma visão super simplista, é apenas uma brincadeira).

Às vezes é difícil de aceitar que a nossa segunda ideia (fazer letras, no caso) é tão nossa quanto a primeira, que a primeira não é necessariamente melhor ou mais autêntica do que a segunda e que desapegar do direito não nos faz covardes ou fracassados. Apenas mostra que a gente muda, nossas opiniões e preferências também.

Eu já quis fazer nado sincronizado, ser jornalista, escrever um livro sobre a minha vida, sair do Rio de Janeiro e morar em Floripa por pelo menos três anos, seguir carreira acadêmica… São tantas coisas que no passado eram opções e hoje em dia não são mais que não dá pra lembrar de todas. Quais são as suas?

Para me acompanhar sigam meu Instagram e a página do Facebook. Para receber os posts no seu e-mail, basta seguir o blog.

Beijos

Anúncios

»

  1. Nem sempre as coisas saem como o esperado, mas quando tudo se ajeita vc olha pra trás e vê que realmente não era pra ter dado certo!

    Sorte e sucesso pra vc!

    Curtir

    Responder
  2. Pingback: Refletindo – a universidade e o pedantismo | Isso, aquilo e tal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: