Assinatura RSS

Refletindo: compra de animais

Oi gente,

Semana passada comentei sobre os gatos que já tive e os dois gatinhos que moram atualmente com meus pais, Ivan e Berinjela.

ivan

Todos os gatos que passaram por aqui foram adotados, os primeiros apenas apareceram, Ivan foi pego na SUIPA e Berinjela encontrada bebezinha na rua. Quando eu era pequena, nem ligava pra isso, mas hoje em dia tenho certeza de que não compraria um animal. Eu não sou ativista na causa animal, uso produtos testados em animais, como carne e tudo mais, mas sei que não compraria um animal vivo. Não quero dizer com isso que ser ativista nessa causa é ruim, só estou informando que não sou.

Eu vejo um animal de estimação de forma totalmente diferente de como eu vejo a carne no mercado, carne é alimento e é mercadoria, um animal vivo representa outras coisas, afeto, companheirismo, aprendizado… Pra mim não é nem pode ser mercadoria. Não estou falando do modo cruel como tratam gatos e cachorros reprodutores porque sei que também tratam de forma cruel animais na indústria cosmética e alimentícia, mas eu realmente não consigo entender comprar um animal que não será mercadoria, um animal que vai ser meu companheiro, não quero comprar um companheiro.

gato pv 2

Eu entendo que isso pode não fazer sentido para um monte de gente e não quero impor minha opinião, só quero estimular a reflexão. Não vou dizer que existem milhões de animais abandonados (e existem mesmo) porque acho que os animais a venda merecem tanto uma casa quanto qualquer outro. Minha questão é transformar um companheiro em mercadoria, isso que eu não entendo e não compactuo.

Tem outra questão também, a questão das raças, outra coisa com a qual não compactuo. Não consigo entender a lógica de cruzar diversas gerações até formar algo que chamam de raça pura. Na verdade entendo, as raças de cachorros foram criadas pra caça ou guarda, outras raças ou raças felinas foram criadas na lógica do mercado (ok, pode ter outra lógica, outro motivo, mas com certeza a do mercado é muito forte). Já falei no outro post que meu sonho de infância era ter um Husky Siberiano, realmente, eles são lindos, mas eu, hoje em dia, não me sinto confortável para escolher um companheiro, amigo, pela raça.

gato pv 1

Eu não teria problema em ter um animal de raça, o meu problema seria mais em achar os animais de raça superiores ou algo assim. Inclusive, vira latas têm menos problemas genéticos, a mistura é ótima para prevenir esse tipo de problema. E não cola dizer que um vira lata a gente nunca sabe o tamanho que vai ficar, se conhecer os pais é possível estimar sim, ou é só adotar um cachorro adulto (pra gato ninguém fala isso, os tamanhos mudam pouco). Além disso, o mercado alia as raças e a compra cobrando fortunas por animais com pedigree (pior ainda se forem os da moda) então acho que faz todo o sentido combater as duas práticas juntas. Não vejo animais de estimação como mercadoria.

Meu foco foi maior em gato e cachorro (e só tenho foto de gatos), mas vale pra qualquer animal, viu? Quero saber o que você acha disso. Me segue também no Instagram e curte a página do Facebook. Pra receber os posts no seu e-mail é só seguir o blog.

Beijos

Anúncios

»

  1. Tenho varios animais de estimação, todos ganhados mas tem um gato de uma raça que eu queria muito, se eu pudesse eu compraria porque é impossível achar alguém que dê um daqueles.

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: