Assinatura RSS

Fotografia – Balanço de brancos

Oi gente,

Já fizemos alguns posts introdutórios.

Fotografia – Introdução e tipos de câmera

Fotografia – Megapixel

Fotografia – Zoom

Agora vamos começar a mexer de fato na câmera. A primeira coisa que vamos falar é algo bem simples que toda máquina tem, mesmo aquelas que não têm modo manual. É o balanço de brancos ou, em inglês, white balance. Pode ser identificado na câmera como WB, vê se a sua não tem.

E para que serve esse balanço de brancos? Em volta da gente temos diversos tipos de iluminação possíveis, luz natural ou artificial, sol forte ou dia nublado, luz incandescente ou fluorescente, etc. Claro que essas luzes não são iguais, não só em intensidade, mas também em cor. Vocês já ouviram falar em luz quente e luz fria? Então, a temperatura da luz tem a ver, na verdade, com a cor dela. Assim, o que chamamos de luz fria é uma iluminação mais azulada e o que chamamos luz quente, mais amarelada.

Bom, agora imagine um papel ou parede branca, Se a luz é mais amarelada, o que é branco vai ficar amarelo, se a luz é mais azulada, o branco fica azul. Mas nem sempre queremos que a iluminação mude nossa foto e deixe as cores amareladas ou azuladas. Aí é que entra o ajuste de balanço de brancos. As fotos desse post foram tiradas mudando apenas o balanço de brancos, não fiz nenhuma edição no computador. O carneiro da foto tem o pelo branco. Nessa primeira ajustei o WB pra luz incandescente. Como a luz incandescente é bem amarela, a câmera puxa pro azul para compensar. Olha como a foto fica toda azulada.

DSC_0002

Depois de achar onde fica o balanço de brancos na sua máquina, você vai encontrar algumas opções. Em geral as opções são dadas em ícones e são pelo menos cinco figuras:

  • um sol, para dias ensolarados;
  • uma nuvem, para dias nublados;
  • uma lâmpada fluorescente, para luzes artificiais frias;
  • uma lâmpada incandescente, para luzes artificiais quentes
  • WB Auto, o modo automático da câmera, ela vai identificar qual a melhor opção.

 Dependendo da câmera, vocês vão encontrar outras opções, o ícone do flash, para fotos com flash, por exemplo. O importante é saber para que serve essa ferramenta e o que significa cada item, se vai deixar sua foto mais azulada ou mais amarelada. Essa próxima já puxa pro amarelo, o WB está ajustado para foto na sombra, uma opção que a minha câmera tem.

DSC_0008

A lógica é bem simples, se a luz puxar pro amarelo, a câmera vai puxar pro azul, assim vai ficar equilibrado, as cores vão ficar mais fieis e o branco será branco. Se, ao contrário, a iluminação do lugar puxa pro azul, a câmera vai puxar pro amarelo pra equilibrar.

Bom, eu acabo não usando o balanço de brancos porque tiro fotos em um formato diferente. Nesse formato posso configurar o balanço de brancos durante a pós-produção, no computador, mas quando tirava minhas fotos em JPEG sempre deixava o WB auto, ou seja, balanço de brancos no automático. Em geral funciona bastante bem, mas pode acontecer de você, depois de tirar uma foto, achar que ela está muito amarela ou azulada, aí é a hora de mexer na sua câmera e ajustar pra iluminação adequada. Essa foto aí embaixo foi tirada no WB auto. Dá pra vocês verem que deu certo, o pelo do carneiro ficou branco.

DSC_0001

O importante desse conhecimento é poder usar quando precisar, isso não quer dizer que você tem que ajustar a cada foto. Você pode escolher deixar no automático e só mudar quando precisar de verdade. Mas, claro, pode também mudar a ajustar a cada clique deixando o efeito que você quiser. Agora só pegar a sua máquina, dar uma olhada pelos menus ou ler o manual, encontrar onde fica o ajuste do balanço de brancos e testar nas suas fotos. Pode ser que você descubra que gosta de um efeito azulado sutil ou a foto puxada levemente pro amarelo. Eu, por exemplo, prefiro as fotos amareladas, nas minhas edições eu sempre acabo aquecendo um pouco as fotos, acho que o amarelado dá um efeito mais confortável.  Faz alguns testes e descobre o que você acha mais bonito.

Beijos

Anúncios

»

  1. É incrível como um “detalhe” faz toda a diferença na foto! Parabéns pelo post 🙂

    Curtir

    Responder
  2. Pingback: Fotografia – Velocidade | Isso, aquilo e tal

  3. Pingback: Fotografia – Abertura – parte 1 | Isso, aquilo e tal

  4. Pingback: Fotografia – Abertura – parte 2 | Isso, aquilo e tal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: